PLANTÃO DE NOTÍCIAS

De dentro da Casa Branca, assessora de Trump defende marca de Ivanka Trump na TV


Uma das principais assessoras do presidente americano Donald Trump, Kellyanne Conway, apoiou nesta quinta-feira (9) durante uma entrevista à televisão o consumo de roupas da marca de Ivanka Trump, a filha mais velha do presidente. A marca de Ivanka deixou de ser vendida em uma rede de lojas, o que foi criticado pelo presidente nesta quarta.

Kellyanne Conway, conselheira do presidente, defendeu os comentários de Trump contra a Nordstorm, rede que deixou de vender roupa da marca Ivanka Trump. "Saiam e comprem coisas de Ivanka. Eu vou sair e comprar algo", disse.

"É um linha de roupa maravilhosa. Eu tenho algumas peças. Vou fazer publicidade gratuita. Saiam e comprem (roupas de Ivanka)", acrescentou Conway em uma entrevista ao canal "Fox News" emitida desde a sala de imprensa da Casa Branca, Donald McGahn.

Conway, cujo salário está a cargo dos contribuintes americanos, disse que Ivanka é uma "bem-sucedida empresária" e uma "uma defensora do empoderamento da mulher e da presença da mulher no trabalho".

Normas éticas federais proíbem funcionários do Executivo de usar as suas posições para apoiar produtos ou para os ganhos privados de amigos.

Pedido de investigação

Perguntado nesta quinta-feira se Kellyanne Conway havia quebrado normas éticas, Sean Spicer, porta-voz da Casa Branca disse: “Ela foi aconselhada sobre o assunto, e é isso”.

O grupo Cidadãos pela Responsabilidade e Ética em Washington (CREW, na sigla em inglês), dedicado a vigiar e responsabilizar funcionários públicos por suas ações, afirmou que registrou uma queixa contra Conway e pedindo uma investigação junto ao Gabinete de Ética Governamental e ao Escritório do Conselheiro da Casa Branca.

"Kellyanne Conway acaba de usar a Casa Branca para promover as roupas da Ivanka. Isso não é legal. Então registramos uma queixa", afirmou o grupo pelo Twitter. No texto enviado aos dois escritórios, o grupo pede que "investiguem essa aparente violação da lei federal , das regulações éticas, e outros padrões de conduta, e tomem qualquer ação disciplinar necessária".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

Acontece Hoje l Copyright © 2017 l Designed: David Rodrigues

Imagens de tema por Bim. Tecnologia do Blogger.