Header Ads

Image and video hosting by TinyPic

→ Avião com problemas sobrevoa aeroporto de Brasília por duas horas antes de pousar │ ACONTECE HOJE


Um avião com 130 passageiros, que saía de Brasília em direção a Boa Vista (RR), teve de circular no céu da capital por duas horas e meia na madrugada desta segunda-feira (23/1). De acordo com informações da Inframérica, concessionária que administra o Aeroporto Juscelino Kubitscheck, a aeronave da companhia aérea Gol decolou às 23h05 com destino à capital de Roraima, mas pediu para retornar ao aeroporto 10 minutos após a decolagem. Para pousar com segurança, a aeronave teve de queimar o combustível.

Segundo a Gol, o voo G3 2020 precisou retornar ao terminal por conta de um problema no trem de pouso, que não teria se recolhido após a decolagem. Com as rodas de fora, o piloto decidiu retornar ao aeroporto. O avião chegou ao solo em segurança a 1h20. A companhia explica que todos os passageiros serão reacomodados em um voo de reforço. " Toda a assistência está sendo prestada. A GOL lamenta os transtornos causados e reitera que todas as medidas são para garantir a segurança, item prioritário de sua política de gestão", diz a nota.

A companhia informou ainda ao Correio que não houve nenhum tipo de emergência a bordo. O procedimento de sobrevoar o céu da capital para gastar o combustível foi tomado para reduzir o peso da aeronave na hora da descida. A previsão é de que os passageiros embarquem em um novo voo da companhia nesta tarde.

Leia a íntegra da nota da Gol:

Nota à Imprensa

São Paulo, 23 de janeiro de 2017 - A GOL informa que o voo G3 2020 que faria o trecho Brasilia-Boa Vista precisou retornar ao aeroporto de origem após a decolagem devido a um problema no trem de pouso. O pouso aconteceu em segurança a 1h20 e os clientes serão reacomodados em um voo reforço. Toda a assistência está sendo prestada. A GOL lamenta os transtornos causados e reitera que todas as medidas são para garantir a segurança, item prioritário de sua política de gestão.

FONTE: Correio Braziliense.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.