Header Ads

Image and video hosting by TinyPic

Brasileiros voltam a fazer panelaço




A reportagem do "Jornal Nacional", da TV Globo, desta segunda-feira (16) sobre o discurso da presidente Dilma Rousseff ocorrido à tarde, em que ela comentou as manifestações contra o governo no domingo (15), gerou um novo "panelaço" em várias cidades do país.
O movimento antigovernista "Vem Pra Rua" mobilizou, pela sua página no Facebook, a população para o novo protesto contra a presidente. Em seu discurso, Dilma afirmou que mesmo com atos contrários à sua gestão, "valeu a pena lutar pela liberdade", referindo-se ao seu passado de combate à ditadura militar.
Em São Paulo, bairros como Vila Mariana, Moema, Higienópolis, Pompéia, Sacomã, Jardins, Liberdade, Santa Cecília e Tatuapé registraram "panelaço".
No Rio de Janeiro, onde neste domingo houve dois atos contra a presidente Dilma, houve novo "panelaço" na noite desta segunda, em Copacabana, no Jardim Botânico, em Jacarepaguá, na Barra da Tijuca e no Leme.
Relatos de internautas em redes sociais apontam ainda o "panelaço" em Salvador,Goiânia, Curitiba (com "panelaço", "apitaço" e "buzinaço"), Belo Horizonte,Londrina (PR), Porto Alegre, Recife, Niterói (RJ), Brasília, Santos (SP), Campinas (SP), Barueri (SP) e Santo André (SP).
A primeira manifestação desse tipo ocorreu no dia 8 de março, durante o pronunciamento de Dilma em rede nacional, em que além de panelas batendo, houve ainda buzinaço e xingamentos gritados contra a presidente nas varandas de edifícios de pelo menos 12 capitais brasileiras. No domingo (15), houve novo "panelaço" durante falas dos ministros Miguel Rossetto (Secretaria-Geral da Presidência) e José Eduardo Cardozo (Justiça) transmitidas pela TV.

Fonte: UOL

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.